Sobre

Acredito mesmo que as pessoas têm super-poderes e espero que, nesta minha jornada para descobrir quais são os meus e as suas potencialidades, desse lado haja alguém a fazer as mesmas descobertas.

Em relação à escolha do símbolo:

A Flor da Vida é um símbolo que descreve a geometria sagrada que deu lugar ao Universo. É uma forma que considera a Vida como um processo no tempo e que contém os ritmos, as horas, os dias, os meses, os processos celulares, os movimentos dos corpos celestes…

A Flor da Vida representa o momento em que Deus ativa a sua vontade e a sua consciência para despertar o Universo. Quando ele se torna nesse Deus criador, é o momento em que nasce a Flor da Vida e tudo inicia a sua primeira volta.

Para os egípcios, os movimentos de Deus começam num ponto conceptual, o Olho de Hórus. É a partir dele que surge a Flor da Vida, cujo fruto é o Universo e a criação.

Tive acesso a esta informação muito recentemente, mas, o Olho de Hórus, nomeadamente o esquerdo – que representa o lado feminino, a intuição, a noite, a Lua… – é um símbolo que já há muito me fascinou e está-se-me na pele. Portanto, assim que soube que o Olho de Hórus e a Flor da Vida são símbolos que se complementam e que estão relacionados com a base da criação, foi este o símbolo que escolhi para o meu blogue. Afinal, é na base da criação que também residem os nossos super-poderes.

E, podes acreditar, tens mesmo super-poderes!

Anúncios